Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Notícias

Relatório Missionário - Julho e Agosto



PALAVRA DO LÍDER

Amados irmãos companheiros de missões, a paz do senhor Jesus Cristo Criador de Missões. A ajuda de vocês nos encoraja a acordar todas as manhãs renovados e com a certeza de que temos pessoas segurando a corda lá em cima enquanto aqui em baixo, no interior da África nós lutamos a luta do Senhor pela salvação das pessoas.
Temos enfrentado lutas diárias e ao passarmos por esta crise financeira que ataca ferozmente a manutenção missionária, somos sempre visitados por idéias de desânimo que as vezes tentam ofuscar os nossos planos de avanço.
Uma força que tem nos levantado são as orações e jejuns, clamores e lágrimas que as madrugadas muitos de vocês fazem por nós, por nossa família e trabalho na santa seara do Mestre.

Estamos já nos preparando para um dos maiores desafios que acontece todos os anos que é a nossa CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE MISSÕES PARA O INTERIOR DA ÁFRICA. Durante esta conferência recebemos os nossos pastores que chegam das mais diversas aldeias para serem ministrados, orientados, encorajados e juntos traçamos estratégias de expansão evangelísticas para o ano seguinte. Nesses dias estaremos hospedando mais de 200 pastores acompanhados muitas vezes de suas esposas e auxiliares diretos. Olhamos para todos os lados e percebemos que não temos por conta própria como alimentá-los por quase 7 dias. Nossa conferência começa um domingo e encerra no domingo seguinte. Este tempo de conferência se faz necessário devido a muitos assuntos e relatórios que precisam ser tratados, além de batismos, curso de reciclagem ministerial que ocorrem durante esses dias. Nossa esperança está nas pessoas que amam a Deus e sua obra missionária que por certo nos ajudarão na manuntenção deste tão importante evento. 

É com alegria que passamos a trazer novas informações missionárias e desta feita falaremos um pouco dos diversos projetos que compõem essa missão.

Neste mês nosso relatório irá discorrer sobre os projetos de EXPANSÃO EVANGELÍSTICAS, e o faremos respondendo a algumas perguntas que recebemos de algum amigos, companheiros e amantes de missões.

1) A ESPAMO - Escola de Pastores e Missionários de Moçambique ainda funciona? (Irmã Zélia Aparecida Souza - Mauá/SP)



Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. (2 Timóteo 22.15)

Claro que sim!
É uma alegria muito grande quando recebemos alunos que vêem do interior da África, das aldeias onde enviamos os nossos pastores plantadores. A cada ano dezenas de novos obreiros são preparados e ficam à disposição para serem enviados para a aldeias onde o Senhor Deus lhes enviar. Esses obreiros muitas vezes chegam a nossa base na cidade da Beira com muitas doenças e com necessidades de roupas e calçados. A missão dá a estes amados a hospedagem, alimentação e todo tipo de apoio logístico durante sua formação. Por vezes ainda se faz necessário enviarmos ajuda as famílias de alguns obreiros que ficam na aldeia enquanto eles vêem estudar, pois, sua força de trabalho e paralisada enquanto está em regime de internato na base missionária. A missão não cobra e nem teria como cobrar absolutamente nada pela formação e preparo destes obreiros que quase em sua totalidade são oriundos de regiões muito pobres e carentes. Algumas regiões sequer contam com circulação efetiva de moeda (dinheiro), e quando há é em pouca quantidade. Temos acelerado a preparação de obreiros porque a nossa visão de UMA IGREJA EM CADA ALDEIA continua viva. Muitas são as dificuldades que enfrentamos para este preparo, mas, NÃO DESISTIREMOS.





A formação que oferecemos aos obreiros vai além do preparo Bíblico e teológico, temos em mente que o obreiro precisa ser uma referência como homem, cidadão, profissional além de referência ministerial na região onde atua. Boa parte dos obreiros não tiveram oportunidades na vida para frequentar o ensino secular/educacional e veem de um histórico de vida de trabalho nas roças e pequenas atividades comerciais que dispensam uma formação mais complexa.
A Missão percebeu que precisava ajudar o novo obreiro a ter uma formação técnico profissional e diante disso, incluiu no currículo de formação de obreiros cursos como ajudante de pedreiro, mestre de obra, feitura de blocos, aprendizado que poderá ser repassado aos irmãos nas aldeias proporcionando a geração de novos profissionais, e ainda usada em prol do evangelho quando da construção de templos e casas pastorais.
Nosso desejo é que ao retornar a sua aldeia o obreiro leve consigo portas de desenvolvimento social a região. O obreiro aprende ainda noções de primeiros socorros e medicina natural para que aprenda a usar as plantas onde não há médicos.
A arte culinária também é ministrada em aulas que demonstram como aproveitar o máximo das culturas locais de cada região para o preparo de alimentos saudáveis.

2) Gostaria de entender o que é IGREJA DE UM DIA? (Irmão Cristiano Lima - Arapiraca/AL)


A nossa missão foi levantada para ganhar as aldeias africanas para Jesus. IGREJA DE UM DIA é o projeto que se dedica a construção de templos nas aldeias conquistadas pelo evangelho. A missão construía até o ano de 2008, igrejas de barro coberta de capim. Tínhamos sérios problemas, anualmente tínhamos que reconstruí-las porque o capim apodrecia e a chuva alcançava as paredes e derrubava a igreja. Atualmente o templo é construído de Chapa de zinco e barrotes, por vezes madeira de eucalipto. Erguemos este templo em UM DIA, razão do nome do projeto, e a construção resiste por cerca de 10 anos. nosso alvo é aos poucos substituir as paredes de chapa por bloco para que então tenhamos uma construção mais resistente e duradoura. Uma IGREJA DE UM DIA pode ser patrocinada por pessoas, igrejas, ou empresas, com uma oferta única de R$ 4.800,00. . Através deste projeto dezenas de aldeias já receberam templos que representam verdadeiras catedrais frente as condições simples das aldeias.


3) Quem é responsável pela manutenção dos obreiros nas aldeias? De onde vem os recursos? (Irmão Lucas Vieira - Camaçari/BA)




Amado irmão, a manutenção de obreiros é o maior desafio mensal da nossa missão, mais de 100 aldeias já foram alcançadas pelo evangelho e nestas aldeias a missão precisa manter um obreiro em tempo integral cuidando da igreja e dos irmãos. Estes obreiros são formados por nós e sua maioria dedica-se integralmente a obra tornando muito mais pesada a carga de responsabilidade que temos em relação aos seus sustentos.

O Custo de vida no interior é mais barato que nas cidades, ainda predomina a agricultura, plantio, colheitas e trocas, graças a isso, aliado ao fato da Missão se esforçar em deixar a disposição do pastor local uma pequena área de terra para cultivo, a manutenção complementar não ultrapassa R$ 300,00 ao mês por obreiro.
Pode parecer pouco mas multiplicado por mais de uma centena de obreiros que mantemos mensalmente, todo mês vivemos um milagre. Então, a missão é responsável direta pela manutenção de todos os obreiros, pastores e missionários que estão atuando nas aldeias.

Os recursos vem de ofertas livres, doações, isso mesmo, toda fonte de recursos da missão depende de pessoas que compreendam a urgência da obra missionária e abracam a causa, indo, orando e contribuindo para que os obreiros não passem privações a ponto de inviabilizar seu árduo trabalho de proclamação do evangelho. Com o crescimento da missão e a conquista de novas aldeias e tribos, o número de obreiros tem crescido significativamente e para tornar possível o avanço desta obra em 2016 a Missão lança a CAMPANHA 300 VALENTES POR MISSÕES

Esta campanha foi lançada pensando em igrejas, empresários e pessoas que foram abençoados financeiramente de forma mais abrangente e que podem nos ajudar a evangelizar o interior da África enviando e mantendo obreiros nas aldeias com uma oferta mensal de R$ 300,00.
O Desafio é enviar mais 300 obreiros para o interior da África. Nós sabemos que é um projeto ousado, mas, sabemos também que nosso Deus é ousado e domina todo universo. Nossa oração é para que Deus lhe abençoe irmão Lucas e a todos quando lêem este relatório, para que mais e mais pessoas se tornem VALENTES POR MISSÕES no interior da África.

4) Eu gostaria de participar da CARAVANA que vai para África durante a conferência. Poderiam me dar mais informações? ( Erica Gomes - Feira de Santana / Ba)



Todos os anos a missão organiza uma CARAVANA PARA ÁFRICA. Trata-se de uma viagem missionária cujo objetivo principal para os participantes é mergulhar na realidade missionária, vivendo junto com os missionários durante alguns dias, vivenciando suas maiores dificuldade e desafios diários, participando ativamente no desenvolvimento de projetos missionários, ministrando para igrejas locais, participando na CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE MISSÕES PARA O INTERIOR DA ÁFRICA, como assistente ou palestrante, contribuindo no planejamento de novas estratégias de evangelização, assunto mais debatido durante a conferência onde ao final novas metas e planos são traçados, erros são corrigidos visando o sucesso da evangelização do interior da África no ano que se segue.

Para a missão é um momento de festa, a maior festividade anual da missão, o momento de comunhão onde recebemos em nossa base nacional todos os obreiros que atuam no interior. Durante a conferência são realizados batismos no oceano indico, batismo nas cadeias, viagens as aldeias, entre outras atividades.

Para participar da CARAVANA basta fazer sua pré-inscrição CLICANDO AQUI ou ligar para nós nos números (11) 4226 0523 / 11 94293 9007 e entraremos em contato com todas as informações detalhadas. Este ano nossa viagem será nos dias 07 á 16 de Novembro.



Gratos a Deus pela vida de cada um dos irmãos que intercedem por este ministério. Vossas orações nos mantêm de pé.

Em Cristo, O criador de Missões, 
Vosso Missionário Itamar Fernandes e Família PIEIA
Relatório Missionário - Julho e Agosto Reviewed by Missão África PIEIA on 10:31:00 Rating: 5
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.