Top Ad unit 728 × 90

Destaques

Notícias

PAI - Projeto de Amparo Infantil




 ADOTE UMA CRIANÇA DO PROJETO PAI 

Ofertando mensalmente com R$ 100,00 você ajuda no sustento de uma criança assistida pelo Projeto PAI.




PAI – Projeto de Amparo Infantil foi criado a mais de 10 anos com objetivo de ajudar as crianças carentes que residem no escombro de um grande hotel aqui na cidade da BEIRA. Muitas destas crianças desmaiavam de fome e não tinha condições de estudar.






Com a ajuda de Deus e de colaboradores a nossa missão tem conseguido alimentar, calçar, vestir e dar esteiras para esses pequeninos do senhor Jesus. Uma grande benção e que estas crianças são filhos de católicos, feiticeiros, Muçulmanos, e gente sem nenhuma religião. Pela bondade de Deus muitos já receberam Jesus e a nossa escola Bíblica tem uma frequência de mais de 350 crianças.  

Quando olhamos para estas crianças vemos missionários que vão ganhar a África e o mundo pra Jesus.




A população de Moçambique é formada majoritariamente por crianças, adolescente e jovem. O projeto PAI se ocupa em evangelizar, alimentar, vestir, calçar, bem como dar toda a assistência dentro das nossas possibilidades ás crianças carente em Moçambique - Beira.


Atualmente um núcleo do Projeto funciona em nossa Base na Beira, outros funcionam no interior, nas aldeias já alcançadas por nossa Missão, executando suas atividades tanto através de projetos temporários (realizações de doações e assistência em períodos de supervisão) quanto por meio das escolas de alfabetização que têm funcionado em nossas igrejas. Porém, nosso principal ponto de atuação é o Grande Hotel na Beira. Hotel que esteve aberto entre 1952 e 1963 e fechou em consequência da Guerra Colonial, tornando-se um campo de refugiados, casa dos desalojados da guerra.

Fora os projetos temporários realizados no interior, temos dado assistência diária a mais de 350 Crianças nos núcleos da cidade da Beira.

Grande Hotel

Atualmente é ocupado por milhares de pessoas, famílias desfavorecidas que lá se instalaram durante a guerra e resistiram a todas as tentativas do governo de tira-los de lá. Do Grande Hotel tudo foi retirado: Chão, Azulejos e Canalizações. A piscina, antiga piscina hoje serve como reservatório de água para lavar a roupa e o bar da piscina como urinol. As divisões do outrora faustoso Grande Hotel, hoje são compartilhadas com ratos do tamanho de cães.


Ali não há água nem luz e onde já foi um magnífico jardim jazem agora os mais variados detritos que são atirados das varandas. Há um cheiro nauseabundo de urina no ar. Crianças são banhadas no terraço dos quartos, baldes de água são trazidos de fora, quartos servem também de sala de jantar e estão cheios de humildes mobílias, a cozinha faz-se no corredor, com panela em cima do carvão.

Há no Grande Hotel um elevadíssimo nível de pobreza e uma taxa de desemprego alarmante, desprezadas as condições reais de sobrevivência das famílias ali fixas, geralmente nada se faz para mudar o quadro. Não assistidos e orientados muitos jovens e adolescentes trilham caminho curto em direção a morte transformando o Grande Hotel num pólo de disseminação do vírus HIV. Tudo ali cooperar para que se tornem vítimas da SIDA (HIV) mesmo antes de atingirem a maturidade. De acordo com fontes do Governo, a província de Sofala cuja capital é a cidade de Beira, possui a mais alta taxa de prevalência de HIV em Moçambique.

O quadro visível no Grande Hotel tocou profundamente em nossos corações desde o primeiro contato. As crianças, muitas órfãos de pai, mãe ou ambos os progenitores sobrevivendo dia após dia em meio a todo este caos nos constrangeu a fazer algo capaz de mudar o ruma da história destes pequenos indefesos.

Evolução do Projeto no Grande Hotel




Inicialmente, timidamente começamos seguindo a orientação que Deus plantou em nossos corações realizando cultos, programas infantis, distribuindo sempre que nos era possível algum lanche, brinquedo e principalmente semeando amor e esperança em cada coraçãozinho. Cada vez que chegávamos mais perto, sentíamos quão grande ainda era o caminho que tínhamos a trilhar. Com um passar dos anos o projeto se consolidou,



Deus nos concedeu uma Grande vitória, com ajuda de pessoas e igrejas hoje conseguimos uma vez por dia fornecer uma simples alimentação para aquelas crianças (Pão e Suco). Temos consciência que para muitas delas esta tem sido a única alimentação diária e embora isto parta-nos o coração não temos condições ainda para fornecer 2 refeições ao dia ou ao menos mudarmos o cardápio para uma alimentação mais sólida.



Além do compromisso espiritual e a alimentação destas crianças, também as apoiamos com material escolar e com aulas de reforço, isto acarreta custos que nos faz investir cada centavos doado para o projeto e ainda, quando o que arrecadamos não cobre os gastos, sacrificamo-nos aplicando neste projeto recursos destinados a família, a missionários e até a outros projetos. Pedimos a Deus sabedoria para agir com justiça e jamais deixarmos faltar o pão a nossas crianças.



PEDIDOS DE ORAÇÃO


– Para que Deus levante mais mantenedores para podermos melhorar o projeto em alimentação, calçado, roupa, etc.
– Para que Deus dê condições para realizarmos o desejo que a muito está em nosso coração: Que haja um lugar próprio para a realização de todos os trabalhos.
– Para que Deus dê sabedoria à líder deste Projeto.

 ADOTE UMA CRIANÇA DO PROJETO PAI 

Ofertando mensalmente com R$ 100,00 você ajuda no sustento de uma criança assistida pelo Projeto PAI.

Contamos com você! Preencha o formulário abaixo e...





PAI - Projeto de Amparo Infantil Reviewed by Missão África PIEIA on 20:00:00 Rating: 5
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.